Spiga

Animal sem carro


Justiça do Rio suspende carteira de habilitação de Edmundo

O atleta foi punido por dirigir embriagado e provocar um acidente de carro em 2005

SÃO PAULO - A juíza Adriana Castanho de Carvalho, da 26ª Vara Criminal do Rio, determinou nesta quarta-feira a suspensão da carteira de habilitação do atacante Edmundo, do Palmeiras. A decisão decorre do acidente em que o atleta se envolveu em julho de 2005, no Jardim Botânico, na zona sul do Rio. Na oportunidade, foi denunciado por dirigir alcoolizado. O jogador tem prazo até à tarde de quinta para entregar sua carteira à Justiça.

No dia do acidente, Edmundo estava em sua BMW e colidiu com o veículo do oficial de Justiça Alessandro Renato. O jogador tentou fugir, mas foi interceptado pela polícia. Uma das pessoas em companhia do oficial, a consultora de vendas Fernanda de Almeida, sofreu pequenos ferimentos e recebeu atendimento no Hospital Miguel Couto, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

O Ministério Público denunciou o jogador por dirigir sob a influência do álcool e ainda por desacato a funcionário público no exercício da função, e requereu a suspensão da habilitação do atacante. Os advogados de Edmundo chegaram a pedir a suspensão do processo, o que foi negado pela juíza. Segundo ela, o atleta não preenche os requisitos para a concessão do benefício. Quanto ao pedido de suspensão da habilitação, pesou na decisão um laudo assinado por três peritos que atesta o estado de embriaguez do atacante, o que foi confirmado por meio de exame toxicológico.

“O acusado já sofreu condenação criminal em delito de trânsito do qual resultou morte, em duas instâncias, embora ainda não haja trânsito em julgado. Entendo, portanto, que nesse caso, a medida de suspensão de sua habilitação se torna imprescindível, vez que, apesar de ostentar contra si processo de tamanha gravidade e tão lesivas conseqüências, com a perda de vidas humanas, não se inibiu o réu de, em tese, voltar a dirigir em estado que lhe propiciaria ceifar novas vidas”, explicou Carvalho.

A juíza marcou audiência para 12 de março, quando serão ouvidas as testemunhas de acusação do jogador. Em 1995, Edmundo foi protagonista de um outro acidente de trânsito, na Lagoa Rodigo de Freitas. Na ocasião, três pessoas morreram. Ele foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão pela Justiça do Rio, mas ainda recorre da sentença em Brasília.

Fonte: Estadão

1 comentários:

  willian&raquel

12:57 PM

Essa notícia tem potêncial:
http://noticias.terra.com.br/popular/interna/0,,OI1352241-EI1141,00.html

Postar um comentário