Spiga

Eu sou f...

O craque Neto, hoje comentarista de Playstation (no game Winning Eleven - Webrazukas 2006), marcou um gol que considero um dos mais difíceis de fazer: o de bicicleta em 1988, no meio de 2 zagueiros, com a bola vindo pela frente em baixa altura. Reparem na comemoração: Neto se empolga na e começa a repetir "Eu sou f..., eu sou f... !". Bastante humilde o rapaz.
Reparem também na narração de Luciano do Valle: "Gênio! Gênio! Um gol pra ir embora!" (?)

Já ontem, em Itajaí, Batista do Avaí foi mais comedido. Fez um gol (fácil) e correu pra comemorar. Elaborou um raciocínio filosófico e gritou em verso e prosa:
_ Porra!



ps.: Pra quem pensa que o gol do Neto foi sorte e que árbitro ruim é coisa de agora, veja outro gol de Neto de bicicleta. Detalhe: o juiz expulsa o jogador porque ele tirou a camisa na hora da comemoração. E os pernas de pau continuando a dar botinadas... impunes...

0 comentários:

Postar um comentário