Spiga

Ronaldo clonado

Um torcedor francês chamou a atenção após o treino do Brasil desta terça-feira, no estádio La Mosson, onde a equipe de Dunga enfrenta a Argélia nesta quarta-feira, em jogo amistoso. Bashir Abassa, 28 anos, atraiu o olhar de outros fãs presentes ao local.

"Aqui em Montepellier, onde moro, me chamam de Ronaldo, não dá para perceber?", pergunta o filho de imigrantes argelinos.

Questionado sobre o que acha da ausência do atacante do Milan na lista de convocados de Dunga para a partida contra os argelinos, ele se mostra resignado.

"Não sei se há algum problema, mas o 'Fenômeno' tem de estar aqui. Gostaria de perguntar ao Dunga a razão da ausência dele", acrescenta.

Fã do futebol brasileiro, Bashir diz que vai ficar com o coração dividido durante o jogo, apesar da ascendência africana.

"É difícil escolher um lado, gosto muito do Kaká e dos outros brasileiros. Vou ficar feliz com qualquer resultado", disse o torcedor, vestido com uma camisa da Seleção Brasileira e um agasalho do Milan.

Ele pagou 36 euros pelo ingresso para a partida amistosa desta quarta-feira. De acordo com o vendedor de uma das bilheterias do estádio, ainda havia, até o fim da tarde de terça-feira, muitos ingressos disponíveis.

Terra

1 comentários:

  willian

1:30 PM

Hoje aconteceu algo altamente FC.
Estava almoçando em um buffet à quilo bem meia-boca (quase underground) aqui em Joaçaba, quando encontrei o Grizzo, grande meia do Cricíuma do início da década de 90. Depois de disputar Libertadores, ser campeão da Copa do Brasil e se não me engano campeão da Série B pela Ponte Preta ele agora é técnico do IBF (Imbitubense Futebol Clube).
Como bom torcedor do Cricíuma não resisti e fui bater um papo com o cara, aproveitando que ele estava totalmente anônimo.

Postar um comentário