Spiga

Álvaro 51

Brasuca é acusado de ir treinar bêbado

Zagueiro Álvaro, do Levante, reagiu às acusações do ex-companheiro de defesa Alexi
O zagueiro brasileiro Álvaro, que atua no Levante, foi acusado pelo ex-companheiro Alexis, em entrevista à “Radio Valencia” de chegar aos treinamentos embriagado.

- Todo mundo gosta de festa, mas fazer isso (treinar bêbado) não é coisa de um profissional. Eu o recriminei como capitão porque não ele não só tem de render dentro de campo, mas ser profissional fora dele. Isso não afetou o rendimento, mas eu não acho que não é uma coisa normal – acusou Alexis, afirmando que o brasileiro chegou a pedir desculpas ao técnico no fim da temporada passada.

"Todo mundo gosta de festa, mas fazer isso (treinar bêbado) não é coisa de um profissional", Alexis, ex-companheiro de Álvaro.

Segundo Alexis, que agora defende o Valladolid, sua saída do Levante se deveu à intervenção do brasileiro, seu desafeto.

- Descobri há duas semanas que ele foi à diretoria e disse que o clube deveria escolher entre um de nós. Depois disso, entendi porque tive de deixar a cidade que gostava. Foi pó um capricho dele – acrescentou.

As declarações de Alexis não caíram bem no plantel do Levante. Tanto Álvaro quanto o técnico Abel Resino, que saiu em defesa do brasileiro, fizeram questão de desmentir o ex-jogador do clube.

"Se alguém quiser comprovar (a embriaguez), que coloque um policial na minha cola", Álvaro, zagueiro do Levante

- É triste ver este tipo de coisa. Se Alexis tem algum problema com Álvaro, era melhor chamar ele no canto e conversar. O comportamento do Álvaro é dos mais profissionais e ele é um dos que mais soma no elenco. Pessoalmente, não tenho nenhuma queixa a fazer sobre ele – concluiu o técnico.

Globo Esporte

0 comentários:

Postar um comentário