Spiga

Travessuras do Imperador - evento n. 5891

Adriano vai para a balada e bebe em duas noites seguidas


Um dos fatores que desagradaram ao técnico Roberto Mancini e o forçaram a afastar o atacante brasileiro Adriano do elenco da Inter de Milão foram as constantes presenças do atleta em festas noturnas na Itália. E, depois de fechar com o São Paulo para defender o time brasileiro até o meio do ano que vem, o jogador foi visto por duas noites seguidas em casas noturnas do Rio, com cerveja na mão. Em uma delas, estava acompanhado por Ronaldo, em tratamento no Brasil.
A notícia não foi suficiente para preocupar a diretoria do São Paulo. “Nada o impede de ir à festa, ele é jovem e está em férias. O São Paulo tem confiança no comportamento de seus profissionais”, minimizou o vice-presidente de Futebol do Tricolor, Carlos Augusto de Barros e Silva.
Abalado desde a morte do pai, o Imperador voltou ao Brasil para se tratar psicologicamente e, a fim de recuperar a confiança dentro de campo, acertou com o São Paulo.
Em sua apresentação no Morumbi, Adriano assumiu a culpa pelo afastamento da equipe e reconheceu os erros cometidos. Horas depois, já estava em uma festa no Rio. O atacante pediu para não ser fotografado. Na noite de sábado, Adriano foi novamente flagrado curtindo a vida noturna.

0 comentários:

Postar um comentário