Spiga

Mil frases do futebol 181 a 190

181. Com esse time o Brasil pode fazer até 10 gols nos Camarões (Galvão Bueno, se referindo ao time do Brasil quando tinha dois jogadores a mais que o adversário disputando a morte súbita, onde um time só pode marcar apenas um gol. O Brasil ainda perdeu)
182. Temos que subir sete degrais. O primeiro já subimos. (Cafu, para quem a escalada para o hexa não poupa nem a gramática)
183. Ora, com calções, camisas e cuteiras… (Osvaldo Brandão, respondendo a um repórter como iria jogar o Corinthians)
184. Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão. (Vicente Matheus)
185. Arthur Friedenreich jogava Futebol com o coração no peito do pé. Foi ele quem ensinou o caminho do gol à bola brasileira (Armando Nogueira)
186. O Ramirez pediu pra marcar a saída de bola, porque o zagueiro fica putão. (Vandinho, atacante do Avaí)
187. ... (Silêncio que Sócrates fez quando Zico o indicou pra bater o pênalti contra a França. Sócrates baixou a cabeça, Zico pegou a bola, bateu e perdeu).
188. Estou muito feliz porque poderei voltar a fazer o que mais gosto de fazer, jogar futebol... depois de sexo, é claro! (Romário, após absolvição no caso do Doping)
189. O Kaká além de ser bonito ainda sabe falar. (Denilson, humilde, lamentando que poderia ainda ser mais pegador se tivesse lábia)
190. Quer dizer então que se eu atropelo uma pessoa na BR e mato sem querer, a culpa não é minha? (Miguel Livramento, fazendo uma pefeita analogia com um lance de pênalti não marcado porque o árbitro entendeu que o jogador entrou na bola)

1 comentários:

  Giovani Moises

10:23 AM

Segundo me consta, Sócrates não teria feito silêncio (frase 187), mas sim pronunciado, estendendo a bola para Zico:

- Bate, Galo!

Postar um comentário