Spiga

Valeu Guga

E Guga emocionou a todos anunciando sua aposentadoria. Mas, o que tem a ver o Guga com o Folclore da Bola? Tudo. Guga popularizou a bolinha de tênis, fez muito boleiro prestar atenção num esporte até então "de elite". Usava um uniforme amarelão e um cabelo que virou paradigma. Brincava com sua (falta de) beleza, dizendo que só Pitanguy dava jeito. Apesar de ser verdade, ele foi digno da coleção Grandes Pegadores (Maryeva, a modelo da gotinha, namorou o Guga e também revelou ser avaiana).
Quando ganhou Roland Garros, anunciou na coletiva que seu time era o Avaí e seu ídolo era o Jacaré. O jogador conseguiu uns contratos a reboque daquela entrevista, mas não soube aproveitar.
A cada jogo do Avai em rede nacional, sempre uma menção dos cronistas: "o time do Guga"! Até hoje.
Em 2001, o atacante Gauchinho, a cada gol, levantava o uniforme e mostrava uma camiseta com os dizeres "Valeu Guga".
Guga parou e vai deixar saudades. Que tenhamos outros atletas que façam suas modalidades ficarem do jeito que o Guga deixou o tênis. Do lado técnico e do lado folclórico.

0 comentários:

Postar um comentário