Spiga

Cadeia neles!



E quem acha que a decisão de prender um jogador por uma entrada violenta durante a partida é algo novo e de primeiro mundo, está enganado.

No campeonato brasileiro de seleções de 1942, em São Paulo, houve um lance em que Zizinho (Seleção Carioca) quebrou, acidentalmente, a perna do zagueiro paulista Agostinho
Depois do choque de Zizinho com Agostinho, o clima ficou pesadíssimo para o atacante carioca que sumiu do jogo. Ele foi condenado a oito dias de prisão pela Justiça de São Paulo por ter fraturado a perna de Agostinho. Zizinho, na época, com 20 anos, estava no exército e fardado foi pegar o sursis.

Agostinho nunca o perdoou, a ponto de mandar um telegrama malcriado – tipo bem feito – para Zizinho, quando em 1946, teve sua perna fraturada em choque com o zagueiro Adauto do Bangu.

Fonte: Museu dos Esportes

0 comentários:

Postar um comentário