Spiga

Fim de carreira melancólico

Não estou falando de contusão, joelho bichado, má forma física. Ronaldo conseguiu superar qualquer expectativa de podreira, pagando 1000 reais pra sair com um Traveco no Rio. Vejam que "gatinha". O documento é o do carro fenomenal, para provar.


Matéria na TV



E o video flagrando tudo



E o cara largou a rainha das embaixadinhas pra isso?


Ronaldo se envolve em confusão com travesti no Rio

Jogador se defende dizendo ter sido vítima de extorsão

O atacante Ronaldo, do Milan, se envolveu em polêmica na madrugada desta segunda-feira, segundo informações do Globoesporte.com. Após ter ido a uma boate no Rio de Janeiro, o craque terminou a noitada na 16ª Delegacia de Polícia (Barra da Tijuca), depois de uma confusão com o travesti André Luis Ribeiro Albertino, conhecido como Andréia Albertine.

O travesti acusou Ronaldo de envolvimento com drogas e publicou um vídeo no "youtube" para comprovar a identidade do jogador. No vídeo, é possível ver o atacante, vestindo a camisa do Flamengo, e ouvir a voz de André dizendo "para provar que é você".

Segundo informações da polícia, Ronaldo teria sido vítima de uma tentativa de extorsão. Albertino deu entrevista na frente do motel onde aconteceu a confusão, dizendo que outros dois travestis teriam participado da noitada. André Albertino apresentou ainda um documento de carro em nome de Ronaldo Luiz Nazário de Lima - que teria sido deixado com ele como garantia de pagamento.

A assessoria de Ronaldo informou que, por enquanto, o jogador não vai se pronunciar sobre o assunto.

Versão de Ronaldo é mais confiável, diz delegado

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira, o delegado Carlos Augusto Nogueira, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), contou a versão que Ronaldo deu em seu depoimento, de manhã. Segundo a polícia, o jogador diz ter sido vítima de tentativa de extorsão de R$50 mil do travesti André Albertino.

Segundo o delegado, Ronaldo contratou o travesti pensando que era garota de programa e levou para um motel na Barra da Tijuca. Lá, teria pedido mais duas mulheres para o programa.

Quando descobriu que eram travestis, e que um deles teria ido buscar drogas na favela Cidade de Deus, o atacante teria decidido não mais fazer o programa e deu R$1.000 para dois deles. O outro, que seria André Albertino, não quis e pediu R$ 50 mil para não contar a história para a imprensa.

Ronaldo teria ficado revoltado com a tentativa de extorsão e, após um escândalo do travesti na porta do motel, a polícia foi chamada. De acordo com o delegado, o atacante foi sozinho à DP prestar depoimento de manhã. Carlos Augusto Nogueira diz acreditar mais na versão do jogador:

— A versão dele é mais confiável, pois o travesti foi embora no meio do seu depoimento. De zero a 10, dou nove para o depoimento do Ronaldo. Ele estava muito emocionado, disse que saiu para se divertir e que não queria que a imprensa ficasse sabendo do caso — diz o delegado.

A polícia não deu detalhes sobre as drogas, mas confirmou que foi encontrado entorpecente no quarto do motel. Porém, o delegado não revelou qual tipo de droga.

Sobre o documento do carro de Ronaldo em poder de André, o delegado afirmou que um dos motivos da ida do craque à delegacia foi para recuperá-lo.

Na tarde desta segunda, outro travesti envolvido na polêmica, identificado apenas como Carla, foi chamado para depor e foi recebido pelo delegado. Carlos Augusto Nogueira afirmou que quer conversar ainda com o terceiro travesti, mas descartou a hipótese de ouvir de novo André Albertino. Ronaldo será chamado para depor novamente, em outra data.

O delegado informou que vai instaurar inquérito baseado em ameaça de lesão corporal (pois Ronaldo teria ameaçado agredir os travestis, o que acabou não acontecendo) e ameaça de extorsão.

ClicRBS

0 comentários:

Postar um comentário