Spiga

Coleção Grandes Boca-abertas vol.1: Rafinha

Jogo de compadre é mais velho do que Salve Rainha. Sempre existiu em qualquer competição, até Copa do Mundo. A CBF sabe, a FIFA sabe, o torcedor sabe. E na verdade não é nada demais, já que se 2 equipes precisam de um empate na última rodada é porque fizeram por merecer. Marcilio Dias e Toledo combinaram um empate na última rodada da primeira fase da Série C. Zero a Zerão, maior pelada. Aí um tal de Rafinha, do Toledo, abriu a boca pra imprensa no final do jogo. O caso foi parar no STJD. Ameaçam fazer um novo jogo. É fácil, bastam ambas as equipes empatarem de novo, de forma até mais aviltante, é só ninguém falar nada depois. Deveriam todos sentar no meio do gramado e jogar truco. E o Rafinha, decore essa fala, que pro STJD é suficiente:

_ Bem, tentamos o gol o tempo todo, mas infelizmente não conseguimos a Vitória, mas pelo menos classificamos...

Ouça a entrevista de Rafinha





0 comentários:

Postar um comentário