Spiga

Mil frases do futebol 211 a 220 - Genéricas

As frases abaixo não são pérolas, nem pensamentos dos ilustres boleiros. São aquelas em que você insiste em ouvir no radinho antes, durante e após os jogos, nas coberturas completamente idênticas da imprensa. Elas não são atribuídas a ninguém em específico, pois são genéricas à classe.

211. Com certeza, eu acho que... (Início de qualquer conversa de jogador. Embora pareça um paradoxo - acha ou tem certeza? - a frase está gramaticalmente correta: achar siginifica também opinar).
212. É, realmente, eu acho que... (Outro tipo de início. Aqui, o jogador tenta contextualizar que está em um plano de realidade. Na Matrix, ele certamente responderia: é, virtualmente, eu acho que...)
213. Vamos conversar no vestiário, conversar com o professor, corrigir os erros, voltar pro segundo tempo pra reverter o placar. (Papo furado daquele que sai perdendo no primeiro tempo)
214. Agora é pensar no [nome do próximo adversário]. (O plano da frase 213 fracassou e o time perdeu)
215. Aqui nesse grupo nós temos homens, sabemos da nossa responsabilidade e vamos dar a volta por cima. (Frases 214 ditas durante várias rodadas levaram o time à zona do rebaixamento)
216. A gente ainda não ganhou nada, sabemos que temos muito pela frente. (Antônimo da 215)
217. Tem que trocar o time todo, a diretoria, o presidente... (Frase 215, do ponto de vista do torcedor)
218. Respeitamos muito o adversário, mas sabemos do nosso potencial e que temos totais condições de vencer esse jogo. (A sutileza do termo totais indica que o jogo é contra um time fraco e a vitória é uma obrigação)
219. Eu não gosto de comentar arbitragem, mas hoje fomos totalmente prejudicados... (ué, gosta ou não gosta?)
220. Esperamos fazer uma boa partida e sair daqui com um bom resultado. (eufemismo para não importa se for uma pelada, vamos retrancar e tentar um empate).

Veja aqui outras frases do futebol

0 comentários:

Postar um comentário