Spiga

Delicadeza

Lance de jogo: Sergio Jáuregui, do Blooming acertou o atacante uruguaio Leonardo Medina, do Oriente Petrolero. O lance foi fora de campo, após ambos terem levado cartão vermelho. Como diz a gíria, o cara é mais grosso do que parafuso de navio!



o jogador foi parar numa clínica, tendo que usar colete cervical



Link para o video: http://www.youtube.com/watch?v=YRlCcn6QZQI&feature=player_embedded

Coleção Grandes (dirigentes) Pegadores. Vol. 671: Silvio Berlusconi

_ Sou bem mais pegador do que todos esses malas atrás de mim...

O presidente do Milan e primeiro ministro da Itália, Silvio Berlusconi, foi aconselhado a se internar e cuidar do vício de fazer sexo. A informação é do jornal inglês "Daily Mail". Os motivos são as constantes “puladas de cerca” do mandatário, que deve se separar de Veronia Lario.

A esposa de Berlusconi não está mais agüentando carregar a fama de “chifruda” e resolveu pedir o divórcio. Nas últimas semanas, o primeiro ministro esteve na festa de aniversário de 18 anos da estudante Noemi Letizia. Como presente para a musa, ele deu um colar no valor de R$ 15 mil.

O problema maior para Berlusconi é que ele foi flagarado ao lado da jovem, mas havia dito a sua esposa que iria viajar para tratar de negócios. Após isso, amigos próximos do mandatário teriam o aconselhado a se internar para inibir a compulsão.

Futebol Interior

Separados no nascimento: Ricardo Bovio e Marcio Kieling


Ricardo Bóvio, ex-Santos, é o novo reforço do Figueira rumo ao título da série B. Marcio Kieling era o "Perereca" da Malhação.

Visu


Petkovic mostra o quanto é "fashion" na Sportv. Se fosse o Dunga, diria que tinha sido um sugerimento da filha dele ....

E se não existisse o seu time?

A pergunta é intrigante. Ainda mais quando me faço no dia em que revi (de bobeira) o filme Efeito Borboleta. Comentei com minha noiva que a conheci após sair de um jogo na Ressacada. Ou seja, se não fosse o Avaí...
Este é um tema do interessante blog "Extravio de Mim", da blogueira carioca Viviane Marianno. Ela tem a coragem (no sentido puro da palavra) de admitir que torceria para outro time se o time dela "faltasse no mundo" (quem conhece o hino?). Cabe destacar que o argumento é bastante justificado, ao olhar a foto.
Eu já prefiro imaginar que meu time sempre tenha existido, pois não gosto de virar casaca nem por hipótese!

E se seu time não existisse, para quem você torceria?

Coleção grandes números dois vol.1: Jefferson Schimidt

imagem meramente ilustrativa

Esse negócio de árbitro visitar vestiário de jogadores me cheira mal...

Árbitro relata discussão com jogadores do IB no banheiro

TUBARÃO - Uma situação inusitada e até mesmo constrangedora marcou os momentos que antecederam a desastrosa arbitragem de Jefferson Schmidt na partida entre Hercílio Luz e Imbituba, na tarde de domingo, em Tubarão. O árbitro confirmou na súmula uma discussão com os atletas do Imbituba iniciada quando a máxima autoridade da partida usava, segundo suas próprias palavras, o "bacio" do vestiário da equipe visitante.

O relato de Jefferson Schmidt narra que, por o banheiro do vestiário da arbitragem do Anibal Costa não ter porta, ele procurou outro para usar, encontrando um lugar vazio. "Durante o uso, atletas da equipe do Imbituba, liderados por um dirigente de alcunha "Maguila", adentraram o local. Quando viram que um dos boxes estava sendo utilizado, começaram a hostilizar, dando batidas nas portas, jogando copos plásticos para dentro do box onde me encontrava", diz o texto do árbitro, que em seguida diz sem cortes alguns palavrões que teriam sido gritados pelo elenco.

A exatidão do relato vai além: "E em tom de ameaça diziam que iriam fechar a porta de saída para ver como eu iria sair. Ao terminar o uso do bacio, saí do box e todos perceberam que se tratava deste árbitro, onde (sic) lhes disse que não esperava este tipo de educação". Atletas e dirigentes do Imbituba _ o Maguila relatado no texto é o supervisor Fábio Araújo _ admitem as brincadeiras, mas garantem que imaginavam se tratar de algum colega de equipe. "Os jogadores acharam que era algum deles. Eu mesmo procurei o árbitro para esclarecer, mas ele não quis conversa e disse no vestiário que nós já saíamos perdendo por 1 x 0", contou o presidente Roberto Rodrigues. Na súmula, o árbitro afirma ter dito que estaria 1 x 0 para ele próprio _ num placar um tanto esquisito, entre um time e um juiz.

Em campo, no entanto, quem mais reclamou foi o Hercílio Luz, que teve duas expulsões contestadíssimas. "Ele precisa se decidir se quer ou não apitar jogo de segunda divisão. Se ele não quer, que mandem um árbitro de liga, mas não alguém que faça este tipo de papel", protestou o vice-presidente de futebol do Leão, Cláudio Fernandes, expulso do banco de reservas.

Diário do Sul

Pênalti é coisa séria

"O Pênalti é tão importante que deveria ser batido pelo presidente do clube". Ainda bem que essa velha máxima de Neném Parancha não é levada a sério no Avaí. O video flagra o presidente João Zunino tentando fazer um gol no goleiro reserva Paes.

Onde Anda Ricardo Otávio?

Interessante o acervo do Baú do Esporte do Globo.Com. O video abaixo mostra o gandula metido a zagueiro. Será que o garoto Ricardo ainda milita no meio do futebol? Se sim, 27 anos depois, já deve estar se aposentando...



Link do video

Colaborou Alexandre Gonçalves

Falha de comunicação

O treinador gritou: proteja a cabeça!

Jardel, o caluniado

Dias atrás publiquei o post "Mais Rápido que a Notícia", onde o Jardel deu um bolo no Rio Branco do Acre e teria ido para o Peñarol do Uruguai. A verdade é que o negócio também não fechou por lá e o veterano continua procurando clube enquanto fica com a família.
A curiosidade da matéria do site da Globo é ele ter se manifestado acerca das frases folclóricas que eram atribuídas a ele:

"Frases que entraram para o folclore do futebol irritam Jardel"

Em relação às frases folclóricas "eu peguei a bola no meio de campo e fui fondo, fui fondo, fui fondo e chutei pro gol", "clássico é clássico e vice-versa" e "quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe", Jardel garante que isso não passou de uma brincadeira do ex-jogador Paulo Nunes. E como os boatos tomaram grandes proporções, ele chegou a processar uma veículo de comunicação. - Como eu sempre fui uma pessoa boa e ingênua, atribuíram-me essas frases. Mas eu nunca falei nada disso. Coloquei a (revista) "Placar" na Justiça por causa dessas mentiras - lembrou.


Então tá. O Folclore da Bola vai fazer as devidas referências ao Sr Paulo Nunes (o que dizer de um cara que canta no Raul Gil?) ao lado das frases clássicas atribuídas ao Jardel na seção "Mil Frases do Futebol".

Convenções


Se você for um nadador pode. Se for um praticante de Yoga ou surfista também. Mas o futebol tem das suas: no caso do Wagner, do Náutico, usar uma bermuda justa durante alguns segundos à beira do gramado NÃO PODE. Motivo de expulsão!! Ainda bem que para o vôlei não tem essa...


O Pato Donald vai ter que se vestir se quiser jogar...

Sobrenatural


Raciocínio do Técnico Roberto Fernandes, após a derrota do Figueirense para a Campinense por 4 x 1:
— Perder, para mim, nunca vai ser natural. Mas, faz parte da competição. A equipe esteve cinco jogos sem perder e uma hora a derrota vem.

Conclusão do Folclore da Bola: natural para o técnico é que sua carreira seja invicta em todas as competições que disputar. Todas as eventuais derrotas serão eventos sobrenaturais, embora, segundo ele mesmo, elas aparecerão.

Filosofia à parte, Roberto Fernandes e o Figueirense seguem firmes no G4 rumo à série A.