Spiga

Grandes Momentos: Trote para Fossati


1988. Avaí Campeão Catarinense depois de 13 anos de jejum. Eu um garoto de 14 anos, que chorava e comemorava muito, o primeiro título que vivia ao vivo, no estádio.

Um dos principais responsáveis pelo feito foi o goleiro Jorge Fossati, um veterano uruguaio que estreou por aqui num amistoso* contra o Vasco. No Vasco debutava um baixinho invocado chamado Romário. Desde lá passei a admirar a segurança do arqueiro, que chegou a merecer elogios de Cid Moreira ao vivo no Jornal Nacional, dada a fase. Fato raro pra um time Catarinense nos anos 80.

Após o título, eu, emocionado, localizo um Jorge Fossati na lista telefônica e mando ver, preciso agradecer o cara.
Eu, nervosão:
_ Alô, o Jorge está?
No outro lado da linha a voz e o sotaque inconfundíveis do campeão, que dribla os fãs:
_ No, no, no môra nenhum Rôrge aqui no!
Desliguei o telefone frustrado e ao mesmo tempo aliviado, pois não saberia o que falar. :)

Detalhe: à época eu achava o cara um "velhão" de 34 anos. Hoje sou mais velho que ele.

Fossati assume o Inter em 2010, mais de 20 anos depois de deixar o Brasil.

* na preliminar, infantil do Avaí 1 x 0, gol do blogueiro aqui! :)

0 comentários:

Postar um comentário